Residência

Treine com questões de prova de residência médica

Questões de prova de residência médica

A prova de residência médica é considerada difícil, tanto pela concorrência quanto pelo conteúdo em si, uma vez que o nível é alto e o conteúdo é extenso. Logo, a melhor forma é preparar-se com antecedência.

Para isso, é importante conhecer as etapas e, também, como são as questões de prova de residência médica para já se familiarizar com o conteúdo cobrado.

Os candidatos às provas de residência devem ter ciência de que, ainda que os cursos de medicina sejam concorridos, eles oferecem mais vagas que as especializações. Para se ter uma ideia, A Demografia Médica 2020 aponta que, dos 478.010 médicos ativos em 2020, apenas 296.064 eram especialistas.

A prova de residência médica é extensa e engloba conteúdo apresentado ao longo dos seis anos de duração da graduação. Ainda que ela varie conforme a instituição, no geral, se divide em etapas teórica e prática, exigindo preparo por parte do candidato.

Para ajudá-lo, reunimos neste texto alguns exemplos de questões de prova de residência médica. Treine com elas para que você saia em vantagem no processo seletivo!

Como é a prova de residência?

A prova de residência é a etapa pela qual o candidato é avaliado para entrar no curso de especialização pretendido. Algumas têm etapas teórica, entrevista e prática. Outras apenas a teórica – esta, é a forma mais comum.

A prova teórica de residência é composta por questões de múltipla escolha, normalmente 100, que engloba as cinco áreas da medicina:

  • Clínica Médica;
  • Cirurgia Geral;
  • Ginecologia e Obstetrícia;
  • Pediatria;
  • Medicina Preventiva.

Algumas instituições incluem questões de prova de residência médica no formato dissertativo, aumentando o grau de dificuldade para a aprovação do candidato.

Seis questões de prova de residência médica

Abaixo reunimos alguns exercícios que foram cobrados em diversos processos seletivos de todo o país. Tente resolver as questões sem olhar o gabarito, que está disponível no fim do conteúdo.

Se a dificuldade for grande, anote o tema para fazer uma revisão dos seus conhecimentos. Vamos lá?!

1ª questão da prova de residência médica da SEDUC-CE (2021)

Um paciente de 25 anos, vítima de politrauma grave com TCE e choque hipovolêmico por fratura pélvica, é submetido à cirurgia para controle de hemorragia. Durante a cirurgia, o anestesista opta por utilizar fluidos aquecidos para infundir no doente.

Qual a principal vantagem dessa conduta?

Alternativas

  1. Preservar tecido cerebral por evitar hipotermia extrema.
  2. Diminuir o metabolismo e resposta inflamatória exagerada.
  3. Aquecer o paciente para evitar tremores e consequente perda de energia.
  4. Prevenir distúrbios de coagulação em consequência de ação fibrinolítica.

2ª questão da prova de residência médica COPESE – UFT (2019)

O estado hiperglicêmico hiperosmolar é uma complicação aguda do diabetes mellitus que apresenta mortalidade de aproximadamente 15%. Em relação a essa complicação, assinale a alternativa correta:

  1. Os sintomas de letargia e desorientação são comuns e estão relacionados ao aumento da osmolalidade sérica que está igual ou acima de 350mOSm/kg.
  2. No estado hiperglicêmico hiperosmolar, existe deficiência relativa de insulina e esses níveis são suficientes para evitar a lipólise e a cetogênese.
  3. As principais alterações, encontradas no estado hiperglicêmico hiperosmolar são glicemia >600 mg/dL, hiperosmolalidade (osmolalidade sérica efetiva ≥380 mOsm/kg e depleção de volume na ausência de cetoacidose significativa (pH >7.3 e HCO3 >15 mmol/L)).
  4. O coma é raro e, se observado, é geralmente associado a uma osmolalidade sérica >380 mOsm/kg.
  5. Os critérios de resolução são a normalização da glicemia (<150mg/dl), redução gradual da consciência e osmolalidade plasmática abaixo de 300mOsm/kg.

3ª questão da prova de residência médica COPESE – UFT (2019)

Durante a guerra da Coreia, em 1952, foi descrito pela primeira vez o uso de inserção de cateter, dentro da veia subclávia, como método rápido e eficaz de reposição volêmica. Após esse período, a técnica se popularizou e o seu uso foi difundido para medir pressão venosa central, administração de nutrição parenteral, soluções hiperosmolares dentre outros. Com relação à confecção de acesso venoso profundo, assinale a alternativa INCORRETA:

  1. A técnica de Seldinger é a mais utilizada para punção de acesso venoso central, tanto em membros superiores quanto em inferiores.
  2. Recomenda-se a punção da veia jugular interna esquerda por apresentar menos risco de punção acidental da pleura e do ducto torácico.
  3. O acesso à veia subclávia pode ser feito tanto pela via supraclavicular quanto infraclavicular.
  4. As complicações mais frequentes são os hematomas, a punção arterial e a trombose venosa.
  5. Os acessos venosos na região cérvico-torácica são preferíveis por apresentarem maior conforto e menor índice de infecção aos pacientes.

4ª questão da prova de residência médica HUB (2017)

A tireoide, uma das maiores glândulas endócrinas do corpo humano, localiza-se na face anterior do pescoço e sua função primordial é a de controlar o metabolismo corporal por meio da ação dos hormônios tri-iodotironina (T-3) e tiroxina (T-4). Considerando a fisiologia e as patologias relacionadas a essa glândula, julgue o item a seguir.

Existe um predomínio expressivo do sexo feminino na manifestação das doenças da tireoide.

  1. Certo
  2. Errado

5ª questão da prova de residência médica COPESE – UFT (2019)

Acerca do tratamento da emergência hipertensiva em pediatria, assinale a alternativa CORRETA:

  1. Realizar redução de 50% da PA nas primeiras 8h.
  2. Alcançar percentil normal para sexo e idade nas primeiras 12h.
  3. Redução de 25% da PA nas primeiras 8h.
  4. Utilizar preferencialmente anti-hipertensivos por via oral.
  5. Nitroprussiato de sódio é contraindicado em pacientes pediátricos devido à intoxicação pelo cianeto.

6ª questão da prova de residência médica HUB (2017)

Julgue o próximo item, relativo às causas de infertilidade feminina.

A síndrome dos ovários micropolicísticos causa alterações metabólicas que aumentam o risco de desenvolvimento de diabetes do tipo 2, mas não aumenta o risco de incidência de doença cardiovascular.

  1. Certo
  2. Errado

E aí, qual foi o grau de dificuldade que você encontrou nas questões de prova de residência médica que apresentamos acima?

Em meio a correria do dia a dia, entre internato e a revisão dos conteúdos para o exame, você pode chegar à prova mais preparado com o Intensivo R1 do Centro de Desenvolvimento em Medicina. Um curso preparatório desenvolvido para quem sonha ingressar na Residência e precisa adaptar os estudos à sua rotina frenética.

Confira as respostas:

  • Questão 1 Gabarito: D
  • Questão 2 Gabarito: B
  • Questão 3: Gabarito: B
  • Questão 4: Gabarito: Certo
  • Questão 5: Gabarito: C
  • Questão 6: Gabarito: Errado

Veja também quais são as funções do CRM e o que é o revalida. Aproveite ainda para seguir nosso perfil no Instagram e acompanhar nossas dicas de estudo!

Em alta

O que é esclerose subcondral?

Doutor, você já ouviu a falar sobre a Esclerose Subcondral? Ela é uma doença óssea muito comum. Mas, você sabe como diagnosticá-la? Entenda!

Ler matéria

Quais são os 4 tipos de hipersensibilidade?

Considerada como um distúrbio, a hipersensibilidade pode ocasionar diversos danos graves ao seu paciente. Confira os 4 principais tipos!

Ler matéria

Quais são os planos de delimitação do corpo humano?

Você sabia que o corpo humano é referenciado de acordo com três planos mutuamente ortogonais? Confira quais são os planos de delimitação!

Ler matéria

O que é arritmia supraventricular isolada?

A Arritmia Supraventricular Isolada é uma condição cardíaca que afeta o ritmo do coração e suas variações. Conheça os riscos e tratamentos!

Ler matéria

Como coletar gasometria arterial?

Está com dúvida de como coletar a gasometria arterial? Ela é realizada por meio da punção na artéria do paciente. Saiba dominar essa técnica!

Ler matéria

Quais doenças o exame FAN detecta e quando solicitar ao paciente?

Feito a partir da análise de uma amostra de sangue do paciente o exame FAN ajuda a diagnosticar doenças autoimunes como a lúpus. Saiba mais!

Ler matéria

Outras matérias

O que são doenças hematológicas

O que são doenças hematológicas?

Médico, você já ouviu falar sobre as doenças hematológicas? Elas estão diretamente relacionadas a uma alteração nos glóbulos e plaquetas …

Qual a importância da microbiota humana

Entenda qual é a importância da microbiota humana e seu papel como alvo terapêutico?

Você já ouviu falar sobre a microbiota intestinal humana? Ela reduz patologias ao auxiliar na digestão e absorção de nutrientes. Saiba mais!

Protocolo para realização de ECG

Protocolo para realização de ECG

Por conta da complexidade do exame e para evitar erros comuns, é essencial que o médico siga o protocolo para realização de ECG. Entenda!

Funções do conselho regional de medicina

Quais são as funções do Conselho Regional de Medicina?

Boa parte das profissões possuem um órgão responsável por organizar, fiscalizar e regulamentar as suas atividades. Entenda a função do CRM!