Capacitação

Entenda aqui o que é o Revalida e quem deve fazê-lo!

O que é o revalida

Não é segredo nenhum que uma boa faculdade de Medicina custa caro e as vagas nas instituições públicas são bem concorridas. Diante deste cenário, muitos brasileiros recorrem a países como Argentina e Cuba para obter uma formação superior.

Para que exista uma validação desta formação, o Ministério da Educação (MEC) criou uma prova que avalia os conhecimentos práticos e teóricos destes profissionais, razão da elaboração deste artigo que explica o que é o Revalida.

Criado em 2011, o Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos (Revalida) é aplicado pelo Inep com o objetivo de validar a graduação em Medicina feita no exterior.

A prova tem por objetivo avaliar o conhecimento adquirido pelos estudantes brasileiros em universidades de fora do país e equipará-lo aos formados em solo nacional.

Se você estuda fora do país ou já concluiu a sua graduação, é necessário entender melhor o que é o revalida e se preparar para ser aprovado em duas etapas e assim conseguir o direito de exercer a Medicina no Brasil.

Caso você esteja visitando o blog do Centro de Desenvolvimento da Medicina (CDM) pela primeira vez, saiba que o nosso foco é fornecer conhecimento adicional a sua formação por meio de cursos de especialização ou de atualização.

Veja também: Quais são as funções do Conselho Regional de Medicina (CRM)?

O que é o Revalida?

De modo geral, o Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituições de Educação Superior Estrangeiras, popularmente conhecido como Revalida, tem como principal objetivo reconhecer a capacidade dos médicos formados no exterior.

Sendo assim, o certame é realizado a fim de verificar a compatibilidade dos conhecimentos dos universitários que cursaram Medicina no exterior, para que eles possam atuar conforme a legislação brasileira.

Além disso, a prova é realizada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) e é formada por duas etapas, sendo elas:

  • Prova teórica do Revalida: com questões objetivas e discursivas, esta etapa tem por objetivo testar o conhecimento teórico dos profissionais;
  • Avaliação clínica do Revalida: para testar as capacidades e habilidades do candidato de forma prática, o exame verifica como será a sua atuação nas diversas áreas da Medicina brasileira.

Assim, os candidatos que são aprovados no Revalida devem solicitar a validação do seu diploma junto às universidades públicas participantes do exame.

Quais são as exigências para a revalidação do diploma?

Agora que você já sabe o que é o Revalida, vamos falar sobre as exigências para que o diploma do exterior seja validado no Brasil.

Assim, os requisitos para participar do exame que faz a revalidação do diploma de Medicina são:

  • Ser brasileiro ou estrangeiro em situação legal no Brasil;
  • Possuir inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF);
  • Ser formado em Medicina por uma instituição de nível superior estrangeira, a qual deve ser reconhecida pelo órgão fiscalizador do país.

Cumpridos os requisitos acima, o candidato deve realizar a inscrição para a prova e enviar uma cópia digitalizada do diploma, além de ser aprovado no exame.

Em caso de candidatos estrangeiros que estão vindo para o Brasil para exercer a profissão é necessário realizar a revalidação do diploma e ainda comprovar se possui proficiência em Língua Portuguesa.

Como funciona a revalidação do diploma?

Outras perguntas comuns que surgem ao explicar o que é o revalida são as seguintes: como funciona a validação do diploma? Quais as fases da prova e como fazê-la.

Como dissemos, a prova do Revalida possui três fases: uma teórica, uma discursiva e outra prática.

A primeira etapa é realizada em dois turnos, onde a teórica objetiva é realizada pela manhã e a discursiva na parte da tarde.

A prova teórica objetiva do Revalida possui 100 (cem) questões objetivas, e para ser aprovado, é necessário acertar, no mínimo, 63 (sessenta e três) respostas do total de 100 (cem).

Já a prova teórica discursiva do Revalida possui 05 (cinco) questões dissertativas, onde cada uma vale 10 (dez) pontos. Para ser considerado aprovado, o graduado em Medicina deve pontuar, no mínimo, 29 (vinte e nove) pontos do total de 50 (cinquenta).

Passada a etapa teórica, os aprovados são convocados para fazer a prova prática do Revalida. Nela, os candidatos realizam 10 (dez) entrevistas com atores que fazem o papel de pacientes, cabendo aos novos médicos fazer o diagnóstico inicial.

Nesse sentido, todos esses 10 (dez) testes possuem caráter eliminatório e tem como principal objetivo avaliar a correspondência entre as disciplinas estudadas no exterior, fazendo uma espécie de nivelamento, conhecido como avaliação da Matriz de Correspondência Curricular.

Além disso, todo o processo é conduzido por médicos especialistas brasileiros, já que a prova visa o nivelamento com base nas práticas nacionais.

A partir de 2020, o Inep passou a permitir que o candidato reprovado na segunda fase pudesse se candidatar na prova equivalente no ano seguinte, sem que seja necessário fazer as etapas teóricas.

Depois de saber o que é o Revalida e como ele funciona, vamos falar sobre como se preparar para esta prova.

Como ser aprovado no Revalida?

A primeira coisa que você precisa saber é que a prova não é aplicada em todas as cidades, sendo realizada apenas em 13 capitais. Logo, ao fazer a sua inscrição, saiba que será necessário se deslocar para fazê-la.

Ao descobrir o que é o Revalida e os requisitos para a sua participação, você precisa ficar atento ao edital com as datas de cadastro, taxa de inscrição e cidades em que o exame será aplicado.

Em seguida ou desde já, você deve estudar muito e revisar o conteúdo aplicado em provas anteriores, entender o formato das perguntas e a dinâmica do exame.

Esse passo é muito importante para que você conheça a estrutura da prova e temas mais cobrados nos anos anteriores.

Inclusive, o próprio INEP disponibiliza os arquivos aplicados nas edições anteriores, basta acessar a aba de Provas e Gabaritos.

Agora que você já sabe o que é o Revalida, tem alguma área da Medicina que deseja se especializar? As possibilidades de atuação são muitas e o mercado de trabalho está sempre aquecido.

Aqui no CDM você pode avaliar os cursos de especialização para Médicos com matrículas abertas e iniciar já a sua formação no tema escolhido.

Também estamos no Instagram e no LinkedIn. Siga nossos perfis e acompanhe as nossas dicas!

Em alta

O que é esclerose subcondral?

Doutor, você já ouviu a falar sobre a Esclerose Subcondral? Ela é uma doença óssea muito comum. Mas, você sabe como diagnosticá-la? Entenda!

Ler matéria

Quais são os 4 tipos de hipersensibilidade?

Considerada como um distúrbio, a hipersensibilidade pode ocasionar diversos danos graves ao seu paciente. Confira os 4 principais tipos!

Ler matéria

Quais são os planos de delimitação do corpo humano?

Você sabia que o corpo humano é referenciado de acordo com três planos mutuamente ortogonais? Confira quais são os planos de delimitação!

Ler matéria

O que é arritmia supraventricular isolada?

A Arritmia Supraventricular Isolada é uma condição cardíaca que afeta o ritmo do coração e suas variações. Conheça os riscos e tratamentos!

Ler matéria

Como coletar gasometria arterial?

Está com dúvida de como coletar a gasometria arterial? Ela é realizada por meio da punção na artéria do paciente. Saiba dominar essa técnica!

Ler matéria

Quais doenças o exame FAN detecta e quando solicitar ao paciente?

Feito a partir da análise de uma amostra de sangue do paciente o exame FAN ajuda a diagnosticar doenças autoimunes como a lúpus. Saiba mais!

Ler matéria

Outras matérias

O que é PNAB

O que é PNAB e qual é a sua importância para a saúde pública brasileira?

Você, futuro profissional da saúde, já ouviu falar sobre o PNAB? A principal função dele é estruturar o sistema público de saúde. Entenda!

O que são erupções cutâneas

O que são erupções cutâneas?

Você conhece os sintomas das erupções cutâneas? Descubra o que são e como identificar essas manifestações dermatológicas em seus pacientes!

Como montar um consultório médico

Como montar um consultório médico?

Montar um consultório próprio do zero é uma empreitada desafiadora, porém te possibilitará uma melhor remuneração e flexibilidade. Entenda!

Diferença entre probióticos e prebióticos

Entenda a diferença entre probióticos e prebióticos

Os probióticos e prebióticos contribuem para a manutenção de uma flora intestinal saudável e redução do risco de cânceres. Saiba mais!